fev 27

Projeto de Lei pode obrigar a estabelecimentos públicos contar com assentos especiais para obesos

Vilma1webNesta quinta feira, (26) foi apresentado à Câmara Municipal de Manaus (CMM) o Projeto de Lei (022/2015) pela vereadora Vilma Queiroz referente à obrigatoriedade da reserva de assentos especiais às pessoas com grau de obesidade avançada e aos mórbidos em cinemas, teatros, restaurantes e estabelecimentos afins na cidade de Manaus.

O Projeto de Lei apresentado visa garantir maior dignidade e conforto aos portadores de obesidade e aos bariátricos em todo e qualquer estabelecimento público e privado, como cinemas, teatros, restaurantes e outros afins. A quantidade de acentos especiais deve corresponder a no mínimo 5% em cada estabelecimento que dispuser espaço com mais de 200 assentos.

Dados do Ministério de Saúde apontam que a cidade de Manaus (com 2.020.301 habitantes) possui 19,6% da população obesa e 52% com excesso de peso. Isto é, a um passo para a obesidade, ocupando esta capital amazonense a sexta posição entre as capitais com população acima do peso. Neste sentido a Associação dos Pacientes Bariátricos do Amazonas (Assoam), em parceria com a vereadora Vilma Queiroz, desenvolvem ações e políticas publicas para prevenir e combater a obesidade na região. Esta necessidade já e reconhecida, pois dados aproximados indicam que no Estado do Amazonas esta população representa em torno de 300 mil.

Texto: Mercedes Guzmán
Foto: Djalma Jr.

fev 26

Contra a pirataria vereadora Vilma Queiroz apoia Semana Original

VILMA-QUEIROZ-PROS_DJALMA-JUNIORNesta quarta-feira (25), os servidores da Alfândega do Porto de Manaus, Moisés Boaventura Hoyos e Maria Letícia Mota, ambos do Grupo de Educação Fiscal da Alfândega do Porto de Manaus, visitaram a vereadora Vilma Queiroz (PROS) para apresentar o projeto ‘Semana Original’, que é uma ação educativa de combate à pirataria, contrabando e descaminho feitos pelo Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (Sindireceita) em parceria com a Alfândega do Porto de Manaus. O período de realização do projeto será nos dias 13 e 17 de abril próximo.
Os representantes do Sindireceitas propuseram como parte da parceria algumas palestras contra a pirataria aos servidores da Escola Legislativa da CMM.
Dentre das atividades programadas estão palestras no município de Itacoatiara (a 300 km de Manaus) no período de 2 a 7 de março, sendo voltado para estudantes de escolas públicas, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e para os gestores de unidades educativas. Participarão da organização da Semana Original: FAB Itacoatiara, Coordenadoria Regional de Educação de Itacoatiara (Seduc), Prefeitura de Itacoatiara, por intermédio da Secretaria de Cultura, e Fundação André e Lúcia Maggi.
Texto: Assessoria da vereadora Vilma Queiroz
Foto: Assessoria da vereadora

fev 13

Vereadora Vilma Queiroz propõe criação da Comissão de Habitação na CMM

 

vilma_queiroz_tribunaNo dia 11 de fevereiro no plenário da Câmara Municipal de Manaus a vereadora Vilma Queiroz anunciou sua propositura de criar uma Comissão de Habitação nesta casa legislativa para discutir idéias que ajudem a minimizar os problemas de moradia na capital amazonense.

 A parlamentar aproveitou a oportunidade para dar as boas vindas aos novos vereadores, cumprimentou o novo presidente da CMM, Wilker Barreto e disse “peço a Deus que juntos possamos conduzir com sabedoria e solucionar os problemas da cidade”.

A Câmara Municipal de Manaus conta, atualmente, com 20 comissões, sendo três delas especiais – a de Revisão da Lei Orgânica do Município, de Revisão do Plano Diretor de Manaus e da Água.

Déficit habitacional do Amazonas

A vereadora explicou que o porte de Manaus e a complexidade da questão habitacional na cidade são alguns dos itens que justificam a proposta. A capital amazonense possui um pouco mais de dois milhões de habitantes, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), chegando à posição de 7º município mais populoso do País. Em 2011, o estudo da Fundação Getulio Vargas (FGV) apontava que o déficit habitacional do Amazonas era um dos maiores do Brasil. Pelos dados, o Estado possuía 155,4 mil residências improvisadas e 95,9 mil domicílios onde as famílias conviviam umas com as outras, no mesmo endereço, e tinham intenção de mudar-se.

 “Temos um Ministério da Cidade, um grande projeto habitacional do governo que é o Minha Casa, Minha Vida e Manaus não poderia ficar sem uma comissão, dentro do âmbito público, para discutir a questão da habitação; estamos aguardando a abertura do Regimento Interno da Casa para que se possa consolidar essa proposta”, afirmou Vilma Queiroz.

Texto: Mercedes Guzmán

Foto: Djalma Jr

nov 10

Moradores do Japiim debatem construção de galeria no igarapé

Neste sábado (08), os moradores do Japiim, na zona sul de Manaus se reuniram, à convite da vereadora Vilma Queiroz, na Rua Natal, 148, onde debateram sobre a necessidade de construir uma galeria de esgoto na Rua São Sebastião. Participaram da reunião o Engenheiro da Seminf, Paulo Guimarães, o Pastor do Ministério Internacional Geração de Adoradores, Antonio Raimundo Silva de Araujo e moradores do bairro.
O Pastor Antonio Silva agradeceu à parlamentar pela iniciativa e chamou à atenção dos moradores para aproveitarem a oportunidade para debater sobre os problemas do bairro, o tema do Prosamim, o saneamento do igarapé, a construção de esgotos e galerias, a necessidade de educação da população, para não jogarem o lixo em qualquer lugar, além de outros assuntos como o das drogas, que vem destruindo as famílias.

Muitas das reclamações dos moradores do Japiim foram em torno da situação problemática ocasionada pela falta de uma galeria, na rua mencionada, somada ao mau cheiro emanado pelo igarapé, devido à enorme quantidade de lixo acumulado, o que causa desconforto e coloca em risco a saúde dos moradores, especialmente em épocas de chuva.

¨A reunião é importante porque as pessoas ainda não aprenderam a jogar o lixo nas lixeiras ou nos carros coletores da prefeitura, ocasionando que o bueiro fique obstruído. Quando chove, o mau cheiro das fezes misturadas com o lixo apodrecido é insuportável, só quem mora aqui entende isso¨, disse Renilda Duarte, moradora da Rua Natal.

Elisabete dos Santos Evangelista, moradora da Rua São Sebastião, disse que quando chove alaga tudo com as águas fedorentas do igarapé. ¨Ninguém se preocupa com a nossa situação ou com o risco de doenças, como as que provêm do contato com o xixi de rato, que nesta época aumenta, especialmente para as crianças¨ salientou.

¨É tanta areia nesse igarapé. O certo seria derrubar todas as casas para construir uma galeria, pois não há rede de esgoto, muito menos uma galeria onde o mesmo deságue para escoar até o igarapé. Não acreditamos mais nos políticos, mas esperamos que desta vez se faça alguma coisa para resolver estes problemas de tantos anos¨, disse o comerciante e morador da Rua São Sebastião, Isaac Oliveira.

Mandato Interativo – A vereadora Vilma Queiroz agradeceu a participação dos moradores na reunião e informou sobre o trabalho que vem sendo realizando junto a comunidade do Japiim, explicou também, a importância de indicar as necessidades e demandas para que as autoridades a quem competem tomem conhecimento delas e possam colocá-las na programação das Secretarias da Prefeitura.

Disse ainda, que as obras de construção das galerias no igarapé começaram em 2010 e de lá para cá já foram construídas três no total, que ficam no inicio da Rua Natal, o trabalho ainda deve ter continuidade junto à população. Para tanto, a parlamentar disponibilizou e anunciou o Mandato Interativo, pelo qual as pessoas poderão indicar sua sugestão ou demanda para que seja realizado um trabalho conjunto. (Texto Mercedes Guzmán)

out 31

Audiência Pública para delimitar competências de instituições que representam os corretores de imóveis

Foi realizada nessa, na Câmara Municipal de Manaus (CMM), uma Audiência Pública para esclarecer à classe dos corretores, sobre as competências das instituições: Sindicato dos Corretores de Imóveis do Amazonas (Sindimoveis AM) e Conselho Regional de Corretores de Imóveis CRECI 18ª Região AM/RR, a audiência, iniciativa da vereadora Vilma Queiroz (PROS).

A audiência foi presidida pelo representante da Comissão de Turismo, Indústria e Comércio, o vereador, Junior Ribeiro (PTN), junto à vereadora Vilma Queiroz e teve como objetivo conhecer e debater as competências e atribuições das entidades representativas dos corretores, assim como a pertinência da contribuição sindical e anuidade paga por seus membros.

O Presidente da Confederação Nacional dos Profissionais Liberais (CNPL), e que representou o Sindicato dos Corretores de Imóveis do Amazonas (Sindimóveis), Carlos Alberto Schimitz de Azevedo, quem agradeceu a sensibilidade da vereadora Vilma Queiroz em propiciar o debate em torno aos interesses da categoria indicou que os corretores são profissionais que dão qualidade e segurança, aportando desta forma ao crescimento de Manaus.

O representante do Sindimoveis, explicou que a união da categoria e a luta pelas conquistas dependem de cada corretor e seu envolvimento no trabalho desta entidade. “A luta pelo espaço no mercado, a luta por melhores condições depende de cada corretor, pois todos juntos iremos defender estes interesses dentro o Sindimóveis”. Explicou ainda que a contribuição refere-se a benefícios e convênios estabelecidos para este trabalhador, a contribuição associativa, a contribuição sindical, além de destinarem para a Federação, Confederação e o Ministério de Trabalho, a fim de assegurar o seguro desemprego.

A consultora jurídica do CNPL, Dra. Zilmara Alencar, esclareceu sobre as atribuições das entidades sindicais e a representação dos afiliados, a defesa dos interesses da coletividade. Explicou a importância dos aportes, a legalidade, fonte de custeio dos sindicatos e destacou o Fundo de amparo aos trabalhadores.

Representantes das entidades e corretores lamentaram a ausência do Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI), na audiência pública para explicar o alcance e objetivo da representatividade, assim como o critério da taxa cobrada anualmente (500,00) e o trabalho que desenvolvem para beneficio desta categoria.

O Corretor de Imóveis, Carlos Célio Marques, convocou a unidade da categoria para melhorar as condições e explicou que a filiação nos sindicatos não deveria ser obrigatória, no entanto sem este aporte ela não tem representatividade em defesa dos seus interesses, agradeceu a iniciativa do debate e disse “nos últimos anos estivemos à deriva, passamos por um ‘boom’ imobiliário, onde varias pessoas se integraram no mercado sem capacitação e penso que devemos caminhar juntos”.
A Corretora de imóveis, Márcia Cohen, destacou o trabalho das mulheres que também se preocupam em questões sociais como a campanha de saúde Outubro Rosa. A representante da União Geral dos Trabalhadores, Pedrinha Lasmar, também chamou a atenção para participar desta campanha e do Novembro Azul, para realizar um trabalho de prevenção de doenças mortais como o câncer de mama e de útero nas mulheres.

O corretor de imóveis, Daniel Aragão, também convocou a participação, cada vez maior das atividades do Sindimóveis e disse que a casa do corretor está aberta de segunda a sábado para todos.

A vereadora Vilma Queiroz agradeceu a participação dos representantes das entidades da categoria e comprometeu-se a enviar os questionamentos ao Creci, além de continuar o debate com esta categoria, a fim de chegar a consensos em beneficio dos corretores de imóveis de Manaus.//(texto Mercedes Guzmán)

set 11

Projeto de Lei que beneficia as pessoas com necessidades especiais depende agora do Prefeito de Manaus

http://www.infojovem.org.br/infopedia/descubra-e-aprenda/diversidade/pessoas-com-deficiencia/

Fonte: site INFOJOVEM

Nesta quarta feira (10) o Projeto de Lei No 275/2013 que dispõe sobre obrigatoriedade da reserva de mesas e cadeiras para pessoas com necessidades especiais e mobilidade reduzida em eventos públicos foi aprovado pela Câmara Municipal de Manaus (CMM) e agora vai à sanção do Prefeito de Manaus. A autoria é da vereadora Vilma Queiroz (PROS).

O projeto de lei apresentado visa garantir maior dignidade e conforto aos portadores de necessidades especiais, de mobilidade reduzida ou pessoa com limitação no município de Manaus, garantindo o direito de acomodação e conforto aos referidos cidadãos, em qualquer estabelecimento público.

Na cidade de Manaus, segundo o diretor da Associação Deficientes Físicos do Amazonas (ADEFA), Carlos Mota, existe 24 mil portadores de necessidades e lamentou que a pesar de Manaus possuir segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) um contingente considerável de médio a alto, não tem ainda uma política publica definida nesse sentido e os dados indicam um 15% da população brasileira com dificuldades auditivas, visuais, físicas ou mentais. (Mercedes Guzmán)

ago 16

Vilma Queiroz recebe apoio de Kuarup

Na última sexta feira, a vereadora Vilma foi recebida pelos artistas amazonenses e integrantes do grupo folclórico KUARUP, na zona centro oeste da cidade de Manaus.

O diretor do grupo, José Cavalcante, apresentou os integrantes e seu compromisso de apoio para a candidatura dela como representante do povo amazonense, ele destacou a importância de apoiar a cultura regional como um meio para aprimorar a identidade de todos, o grupo atua há vinte anos apresentando música e dança do ‘bumba meu boi’. A candidata à Deputa Federal pelo PROS, Vilma Queiroz disse reconhecer o valor da produção artística da região e assegurou que continuará apoiando o trabalho dos artistas e projetos que destaquem a cultura amazonense.

jul 25

Vereadora solicita pavimentação na rua Igarapé do 40 do Japiim I

20130411121429vilma_queiroz_tiago_correaO Requerimento 2220/2014 foi apresentado à Câmara Municipal de Manaus (CMM), no dia 14 de julho pela vereadora Vilma Queiroz (PROS), solicitando da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) serviço de pavimentação completo na rua Igarapé do 40 do conjunto Manaus 2000, Japiim I da zona sul de Manaus.

A parlamentar solicitou ao Secretário da Seminf, Dr. Luiz Filho Silva Borges o serviço de pavimentação completo na rua Igarapé do 40 tendo em conta a necessidade de atenção especial e/ou visita técnica para conferir a falta de condições para o tráfego, tanto de pessoas, quanto de veículos nesta via.

Segundo a reclamação da maioria dos moradores da comunidade, esta rua sofre as conseqüências há vários anos, inclusive acarretando problemas de mobilidade de carros e pessoas naquele bairro. A vereadora Vilma Queiroz solicitou com urgência a pavimentação nesta área que deve facilitará o trânsito no dia a dia, trazendo segurança, comodidade e bem estar urbano para todos, moradores e visitantes daquela parte da cidade.

 

 

jul 24

Vilma Queiroz pede ação de limpeza pública na Compensa

Foi apresentado no dia 21 de julho à Câmara Municipal de Manaus (CMM), por meio da vereadora Vilma Queiroz (PROS), o Requerimento 2394/2014 que solicita da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) uma Ação de Limpeza Pública na Rua 18 de outubro no bairro Compensa II na zona Oeste de Manaus.

A parlamentar pediu ao Secretario da Semulsp, Dr. Paulo Ricardo Rocha Farias que seja realizada uma ação de mutirão de limpeza pública na rua 14 de outubro no mesmo bairro, neste local é que se concentra grande quantidade de detritos, atingindo a maioria das ruas naquela comunidade.

A preocupação da população é porque, neste período do ano como é de costume, a maioria dos becos e ruas de Manaus sofrem as conseqüências do acúmulo de lixo.

jul 23

Lei que inclui a Semana de Gastronomia Orgânica da Amazônia espera sanção do Prefeito de Manaus

Foi aprovado no plenário da Câmara Municipal de Manaus (CMM), na terça feira (22), e espera a sanção do Prefeito de Manaus, o Projeto de Lei 410/2013 que inclui no calendário oficial do município a Semana de Gastronomia Orgânica da Amazônia – Vegetarianismo e Sustentabilidade de autoria da vereadora Vilma Queiroz (PROS), a mesma deve ser comemorada no mês de outubro.

O objetivo é consumir alimentos orgânicos para proteger a saúde da população, especialmente das crianças que são os alvos mais vulneráveis da agricultura com agrotóxicos.A Semana de Gastronomia da Amazônia tem a proposta de informar sobre a cadeia alimentar orgânica, desde sua produção até chegar à mesa do consumidor. Segundo relatório do Environmental Working Group, quando uma criança completa um ano de idade, já recebeu a dose máxima aceitável de agrotóxicos, que provocam câncer, para a vida inteira. A agricultura orgânica, além disso, tem a grande tarefa de deixar para as futuras gerações um planeta reconstituído.

A vereadora Vilma Queiroz alertou para o não consumo de alimentos geneticamente modificados e para a necessidade de promover a preservação da qualidade dos alimentos, explicou ainda que quando adquirimos produtos ecológicos, contribuímos para a redução da migração de famílias em direção das cidades e evitamos o êxodo rural, além de evitar o envenenamento por agrotóxicos que, segundo alguns dados, apontam em torno de um milhão de agricultores que teriam sido vitimas desta situação.

 

Posts mais antigos «